top of page

"Your Queen is a reptile", Sons of Kemet (2018)

Atualizado: 31 de mai.

Curadoria: João Silva


Ola pessoal! Esse mês de março tivemos 5 quintas feiras e, dessa forma, a ultima postagem do mes é de voces! Pra quem não viu, a gente abriu um formulário para voces mandarem sugestões de albuns para compartilhar aqui sempre que tivermos 5 quintas no mês. O link ta na descrição de grupo, mas segue aqui de novo: https://forms.gle/GYyLYscZK2mWSu9K8


Entao a indicação de hoje e do participante Joao Silva e ele trouxe pra gente o album Your queen is a reptile da banda Inglesa Sons of Kemet. Coloco abaixo o texto que ele mandou junto com a sugestão:


Conheci a banda no fim do ano passado, lendo alguma coisa na internet sobre uma espécie de ""afrofuturismo"" musical que misturava elementos do jazz, do rock psicodélico e da música eletrônica. Pelo menos é isso o que ficou na minha cabeça, porque não consigo lembrar onde li, muito menos encontrar o texto. Mas lembro que havia uma lista de bandas, e o Sons of Kemet era uma delas. Fui ouvir e me impressionei de cara com esse disco, "Your Queen is a reptile", lançado em 2018 pela Impulse!.
Não acho que o disco se encaixe tão claramente na tal mistura de jazz com rock psicodélico e música eletrônica, mas constrói um som que pelo menos para mim pareceu e ainda parece fora do comum através do recurso à música popular caribenha, ao dub, ao afrobeat e possivelmente outros gêneros e tradições. Para além disso, acho que uma parte dessa sonoridade fora do comum vem da formação do grupo (um saxofone, uma tuba e duas baterias), que deixa os elementos rítmicos muito marcados, ricos e variados e dá bastante liberdade para os sopros interagirem de diversas formas diferentes. As músicas (todas compostas pelo saxofonista Shabaka Hutchings) geralmente têm uma estrutura repetitiva, mas vira e mexe aparecem alguns desenvolvimentos melódicos bem surpreendentes.
Essa sonoridade se completa com elementos verbais que reforçam a reivindicação política e cultural dos imigrantes e descendentes da diaspóra africana na Inglaterra, . O título do álbum, ""Your queen is a reptile"" (Sua rainha é um réptil) faz referência à teoria da conspiração que afirma que a realeza britânica é composta por reptilianos. Já as faixas são todas intituladas "My queen is...." (Minha rainha é...) e o nome de uma mulher negra com importância histórica ou pessoal para os integrantes do grupo. As participações do poeta e performer Joshua Iden na primeira e na última faixas vão no mesmo sentido.
Enfim, vale muito a escuta!

FICHA TÉCNICA

Shabaka Hutchings - Saxofone

Theon Cross - Tuba

Seb Rochford - Bateria

Tom Skinner - Bateria

Josh Idehen - Voz na primeira e na última faixas


PAÍS

Inglaterra


TIPO DE SOM

Jazz, rock psicodélico, música eltrônica


LINKS

YouTube


Spotify

Comments


bottom of page